O Homem de Giz:  Resenha Completa

Quem gosta de ler livros de suspense e fantasia vai criar bastante expectativa no começo do livro O Homem de Giz, da inglesa C. J. Tudor. Há ali, uma surpreendente narrativa num parque de diversões com a apresentação de um personagem branco peculiar, no qual muitos leitores apostam suas fichas, por dedução, ser o homem de giz. E você diz “oba, o livro promete”. Daí, numa prostração voluntária e bem menos cinematográfica, a autora inicia a formação dos demais personagens, alguns deles bastante estranhos e a maioria controversos.

Opinião

O homem de giz traz uma narrativa onde os personagens nos são apresentados ao seu passado e às suas condições atuais. E uma nova surpresa numa cena que ocorre no bosque da cidade nos remete à história do livro It, a Coisa, do Stephen King.

Frase de Stephen King sobre O Homem de Giz

Intercalando humor negro e descrições precisamente repulsivas e horripilantes com o imprevisível e o surpreendente, Tudor vai alternando também os incógnitos desenhos de diversos homens de giz, chegando ao extremo de sorrisos em cabeças sem rosto.

Um clima de efervescência sem ebulição cresce de forma absurda, lá pelo meio do livro, O Homem de Giz a partir de uma reflexão sobre vida e relacionamentos. Os personagens são descritos de forma deliberada e, dessa forma, dá para começar a entender e ir intuindo as suas personalidades e seu caráter.

Paralelamente à história, a autora apresenta outros dramas importantes da vida como o envelhecimento e a precariedade da existência. E passa-nos um conselho sábio: “Nunca presumas. Questiona tudo. Procura sempre além do óbvio”.

capa do livro O HOMEM DE GIZ
O Homem de Giz em capa dura pela editoa Intrinseca

Narrada em duas épocas paralelas (1986 e 2016), a história do livro O Homem de Giz tem o efeito de fazer com que o leitor crie sempre expectativas diferentes do que realmente vai ser lido, submetendo-se, assim, a inovadoras surpresas.

A linguagem do texto em O Homem de Giz é prática, dinâmica, ágil e nos traz reviravoltas surpreendentes e descrições terrivelmente ferozes. O leitor poderá, em algumas páginas, acreditar que o livro O Homem de Giz não é só um livro de suspense, mas também de fantasia, tamanha a qualidade da manipulação imaginária da autora.

Perguntas Frequentes

Sobre o que fala o livro O Homem de Giz?

O Homem de Giz é um livro de suspense que fala em sua narrativa sobre a história de um grupo de garotos. A autora C.J. Tudor intercala a história entre o presente e o passado dos personagens de forma que o leitor fica imerso nos fatos horripilantes e curiosos que ela conta.

Qual a classificação etária para ler O Homem de Giz?

Apesar de ser um livro de suspense que, aparenta conter passagens violentas e sanguinárias, pode ser lido por pessoas a partir dos 14 anos.

O Homem de Giz tem continuação?

A obra O Homem de Giz da autora CJ Tudor não possui continuação. É um livro com história única.

Vai ter adaptação audiovisual de O Homem de Giz?

A BBC, Nice Média e WindowSeat são as responsáveis pela produção de uma série audiovisual inspirada no livro O Homem de Giz.

Segundo as notícias mais recentes a respeito da produção, ainda não há uma data definida para a estreia da série.

O que podemos esperar da série sobre O Homem de Giz de CJ Tudor?

O enredo do livro é cheio de suspense, assassinato e mistério que são perfeitos para tornar uma série, ou um filme, com grande potencial de sucesso.

Cenas intercaladas entre o presente e o passado são interessantes também, porque mostram aspectos de relacionamentos, de interação social e as formas da existência humana. Coisas que, inclusive, são tratadas no livro.

Quais são os principais livros da autora C.J. Tudor?

Além do seu livro de estreia: O Homem de Giz, C.J.Tudor foi publicada no Brasil pela editora Intrínseca mais três livros, totalizando, até o momento (2022), 4 livros que são:

1. O Homem de Giz2. O Que Aconteceu Com Annie
3. As Outras Pessoas4. Garotas Em Chamas

Quanto custa o livro O Homem de Giz?

Em 2022, os valores dos livros, assim como de tudo e qualquer coisa, estão sofrendo alterações constantemente. Para passar a informação sobre o valor do livro o Homem de Giz, é necessário dizer que ele é variável. Vai depender de onde e quando você vai adquiri-lo.

Abaixo, você pode conferir o valor dele atualizado na Amazon:

Mais Vendido Nª. 1
O Homem de Giz
  • Tudor, C. J. (Author)
  • 272 Pages - 03/15/2018 (Publication Date) - Intrínseca (Publisher)

Quem é C.J Tudor?

C.J. Tudor autora de O Homem de Giz
Autora de O Homem de Giz, C.J. Tudor

C.J.Tudor é uma autora britânica que atuou por muitos anos como representante em funções como roteirista para televisão, repórter,dubladora, passeadora de cães e escritora. Ela vive com a família em Nottingham, Inglaterra, onde cresceu.

O Homem de Giz é seu livro de romance de estreia e, atualmente, possui mais três livros lançados: O que aconteceu com Anne, As outras Pessoas e Garotas em Chamas.

Considerações sobre o romance O homem de Giz para o instagram maria adrielia

Conclusão

O Homem de Giz é um livro que merece ser lido. Apesar de não ser o meu favorito do gênero, ele gerou expectativa, emoção e satisfação com a sua leitura. O que mais buscamos em uma leitura dessas?

No entanto, se você ainda tem dúvidas se deve conhecer ou não esse romance deixo a seguir, 4 motivos para ler o romance de estreia de C. J. Tudor.

  1. Nostalgia: parte da história se passa em 1986 e traz elementos clássicos da década. A tecnologia forense da época dificultava as investigações, e a falta de internet faz com que a dinâmica do grupo de amigos seja totalmente diferente da dos dias atuais.
  2. Mistério com um toque de terror: é um livro para os fãs de Stranger Things e Stephen King. O Homem de Giz faz o leitor duvidar de todos os personagens, perder o fôlego nas várias reviravoltas e passar a noite acordado com os trechos macabros. Longe de ser maniqueísta, a história traz personagens complexos que enfrentam traumas e conflitos pessoais.
  3. Uma história sobre crescimento: parcialmente narrado por uma criança de 11 anos, acompanhamos no livro o fim da infância de um grupo de amigos que precisam enfrentar terrores além da sua imaginação, uma ferida que permanecerá com eles até adultos.
  4. A edição: a edição do livro é um motivo por si só: com capa dura, lombada cheia de homens de giz, páginas pretas e ilustrações nas primeiras folhas. Um ótimo presente para seu amigo ou para você mesmo.”

Para mais dicas sobre livros, séries e filmes, confira nossos demais conteúdos aqui no blog. Um abraço!

Imagens: Amazon/Intrinseca/Instagrammariaadrielia

Os redatores do site adrielia.com não são ligados aos fabricantes dos produtos recomendados. No entanto, publicamos links que contam com programas de afiliados.