Admirável Mundo Novo é uma distopia que parece uma previsão do futuro

Admirável Mundo Novo é uma distopia onde todas as pessoas, desde o seu nascimento, são condicionadas cientificamente por um Estado totalitário. Elas são divididas por castas, para o bom e velho funcionamento do sistema.

Nesta sociedade, todas as pessoas devem estar felizes, não importa a qual casta pertencem. A história do comportamento da sociedade, é algo repugnante. As simples palavras “pai” e “mãe” são consideradas obscenas, algo que causa aversão ao tal modo de vida.

Não é de admirar que esses pobres pré-modernos fossem loucos, perversos e infelizes. Seu mundo não lhes permitia aceitar as coisas naturalmente, não os deixava ser sadios de espírito, virtuosos e felizes… Eram forçados a sentir as coisas intensamente… e sentindo tudo intensamente, como poderiam ter estabilidade?”.

Reflexão


Admirável Mundo Novo é incrivelmente interessante, atual, mesmo tendo sido escrito em 1931. Aqui, ideias sobre um mundo sombrio — que diante do que vem sendo desenhado e praticado na política, na sociedade em geral —, tem se concretizado.

A visão fictícia do autor ao escrever essa obra, parece ter sido uma PREVISÃO. Estamos sendo manipulados, por ideias dos “outros”, sendo anestesiados por drogas e, digo sem medo: estamos sendo condicionados. E até sentimos o princípio da dor, disso, temos ciência do que está acontecendo. Mas, as inúmeras opções de “soma” disponíveis nos faz permanecer apenas, seguindo.

É uma pena que o efeito da “soma” que há disponível no nosso mercado, não seja tão eficiente quanto a do livro.

Para concluir devo dizer que depois de ler Admirável Mundo Novo, sinto-me um pouco como Bernard Marx: insatisfeita, porém, metida até o pescoço no “sarapatel de progresso”.

Recomendo

Este livro, deveria ser lido por todas as pessoas que se importam, o mínimo, com tudo o que está acontecendo no mundo. Não digo que é uma leitura obrigatória, mas que é um daqueles livros que vão fazer diferença no seu pensamento, na forma de você olhar para a sociedade. Com certeza, agregará bastante à sua bagagem de informações úteis.

View this post on Instagram

Oie pessoal tudo bom com vocês? Hoje vou falar sobre o livro Admirável mundo novo do autor Aldous Huxley. . . ✍🏻Nesta distopia todas as pessoas, desde o seu nascimento, são condicionadas cientificamente por um Estado totalitário. Elas são divididas por castas, para o bom e velho funcionamento do sistema. Nesta sociedade, todas as pessoas devem estar felizes, não importa a qual casta pertencem. A história do comportamento da sociedade, é algo repugnante. As simples palavras “pai” e “mãe” são consideradas obscenas, algo que causa aversão ao tal modo de vida. . . “Não é de admirar que esses pobres pré-modernos fossem loucos, perversos e infelizes. Seu mundo não lhes permitia aceitar as coisas naturalmente, não os deixava ser sadios de espírito, virtuosos e felizes… Eram forçados a sentir as coisas intensamente… e sentindo tudo intensamente, como poderiam ter estabilidade?” . Reflexão: Admirável mundo novo é incrivelmente interessante, atual, mesmo tendo sido escrito em 1931. Aqui, ideias sobre um mundo sombrio — que diante do que vem sendo desenhado e praticado na política, na sociedade em geral —, tem se concretizado. A visão fictícia do autor ao escrever essa obra, parece ter sido uma PREVISÃO. Estamos sendo manipulados, por ideias dos “outros”, sendo anestesiados por drogas e, digo sem medo: estamos sendo condicionados. E até sentimos o princípio da dor, disso, temos ciência do que está acontecendo. Mas, as inúmeras opções de “soma” disponíveis nos faz permanecer apenas, seguindo. Para concluir devo dizer que sinto-me um pouco como Bernard Marx: insatisfeita, porém, metida até o pescoço no “sarapatel de progresso.” . Leiam esse livro😉! . Quem aí já leu esse clássico? Vamos conversar nos comentários?! 📸autoral #admiravelmundonovo #aldoushuxley #bibliotecaazul #admiravelmundonovo #resenhanemcedonemtarde #book #bookstagram

A post shared by 👩🏻‍💻Adrielia (@nemcedonemtarde) on

Para mais resenhas acesse meu Instagram e siga-me para acompanhar vários conteúdos que publico por lá!